Destino: Paraty

Falando em cimento queimado, tema do último post, é inevitável lembrar do nosso passado arquitetônico e essa lembrança nos leva a Paraty – RJ. Cidade litorânea com belíssimas praias, visuais de tirar o fôlego, muita história e boa comida ela também é nossa dica de destino para você aproveitar o próximo feriado de outubro ou planejar a viagem de férias

 

E eis que Paraty nasceu lá no século XVI, quase irmã de Angra dos Reis, com casas de arquitetura colonial bem característica pois fazia parte do Caminho do Ouro uma via importantíssima pela qual se escoava o metal valioso para a capital do Brasil que a época era o Rio de Janeiro. Mas isso é uma outra história. Vamos ao que interessa!!

O que fazer em Paraty??

Bem, um mundo de possibilidades se abre a nossa frente! Nosso olhar explorador se deterá em algumas:

  1. Explorar a belíssima natureza em seu entorno! É Mata Atlântica e mar para quase todo lado. Por ser Patrimônio Histórico Nacional suas construções são baixas e o céu azul está garantido. Faça um passeio de barco, ande descalço na praia, observe os barquinhos, contemple, explore o Parque Nacional da Serra da Bocaína, a Vila de Trindade, o Parque Estadual da Serra do Mar… Desconecte-se do mundo e encontre-se consigo mesmo
  2. Ande no centro pelas ruazinhas estreitas cheias de histórias, de casas rústicas e piso de cimento queimado. O pé de moleque, piso de pedras construído no período colonial irá guiar seus passos. Prepare-se para ser surpreendido pelo mar. Ele visita as ruas acidentadas duas vezes ao dia. A noite a cidade fervilha e brotam lojinhas , bares, restaurantes, galerias de arte, artesãos, gente.
  3. Gosta de museu? Vá ao de Arte Sacra ou ao Museu Forte Defensor Perpétuo. A Igreja de Santa Rita traz fortíssimas lembranças de outras eras e foi até representada por Debret na sua aquarela da Baía de Paraty.
  4. De barco vá até o Saco do Mamanguá e conheça o único “fiorde brasileiro”, um braço de mar dentro da terra com 8 km de extensão e 2 km de largura. Leve snorkel e mascara de mergulho. Você não vai querer perder os milhares de peixinhos coloridos que nadam em suas águas, vai? Bem, cada um é um! Então, se não gosta de mergulho vá pra próxima dica.
  5. Visite Cunha que fica pertinho de Paraty. Lá tem um belo Lavandário, muitas lojas de artesanato principalmente peças em cerâmica que é tradição do lugar. A estrada não é tão bem conservada então evite fazer o passeio a noite ou em dias de chuva.
  6. Gosta de cachoeira e água doce? Vá conhecer as Cachoeiras do Tobogã e o Poço do Tarzan. Tem também o Poço das Andorinhas.
  7. Vai com crianças? Então agende uma visita ao Mini Estrada Real. Parque temático com réplicas e miniaturas de monumentos da Estrada Real. (www.miniestradareal.com)
  8. Ainda no roteiro kids, reserve seu lugar na platéia do Teatro de Bonecos. É um espaço pequeno porém vale a pena. Muitos de seus espetáculos foram premiados em vários países. Contato: (24) 3371-1575
  9. Seu lance é ficar confortavelmente instalado na praia comendo e bebendo tranquilamente? Praia de Jabaquara é uma boa opção. Tem vários quiosques bacanas. Meu preferido é o BalacoBacco que aparece na foto aí de baixo. Bem pé na areia! Um dos raros quiosques beira mar que aceitam cartões (bom conferir essa informação antes de ir para lá, tudo muda na vida).
  10. Cansou de praia? Repouse numa rede ou jogue-se num puff acolhedor. Na estrada Paraty-Cunha recomendo o Shambhala Lounge. Boa música para conversar ou descansar, ambiente descontraído e aconchegante, comida leve.

 

 

E…Divirta-se!! Boa viagem!!

 

Tem mais dicas? Conhece outros lugares legais em Paraty? Poste nos comentários. Sua participação é muito importante para nós!